Ações da Sony despencam para menor valor em 31 anos














As ações da Sony na bolsa de Tóquio atingiram o histórico patamar de meros 1.132 ienes (14,16 dólares), o menor valor registrado para os papéis da companhia nos últimos 31 anos.

A desvalorização das ações aconteceu um dia depois da Sony ter anunciado o prejuízo recorde 456,7 bilhões de ienes (5,71 bilhões de dólares) relativos ao último ano fiscal, que terminou em 31 de março.

No Japão, as estimativas dos analistas não são nada boas para a companhia liderada por Kaz Hirai. "A Sony vem enfrentando muitas dificuldades e o novo presidente não conseguiu desenvolver um plano claro de como levantar a empresa", afirmou Yuuki Sakurai, da Fukoku Capital Management, de acordo com a BBC. "Os investidores não estão impressionados com o pouco que ouviram até agora", completou.

No mês passado, a Sony anunciou um ambicioso plano de revitalização chamado One Sony, com foco maior em games, imagem e mobile, que são as três áreas que mais dão lucro para a companhia. Estes três setores deverão representar de 70% a 85% de todo a receita da Sony para os próximos anos.

Parte do plano envolve a demissão de mais de 10 mil funcionários, mas, para os analistas, o problema está mesmo em uma certa falta de inovação tecnológica dos produtos. "A Sony continua correndo risco de ter prejuízos nas áreas de telefonia e TV", disse Shunsuke Tsuchiya, da Credit Suisse, também de acordo com a BBC.

0 comentários:

Postar um comentário